ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

g2portaldenoticias.com 4.5.20 A+ A- Print Email

Prefeito de Guarabira reage à crítica de professor: “isso é simplesmente demagogia, hipocrisia, covardia”

3317
Prefeito em exercício de Guarabira, Marcus Diogo (PSDB)

Na manhã desta segunda-feira (4), o prefeito em exercício de Guarabira, Marcus Diogo (PSDB), foi sabatinado em entrevista coletiva sobre as últimas ações da gestão municipal no combate à pandemia do novo coronavírus. Também participaram da entrevista a secretária da Saúde, Fernanda Macedo, o secretário de Indústrio e Comércio, Robério Arnaud, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Guarabira, Gilson Cândido e mais adiante se integrou o executivo da Guaraves, Veronildo Coutinho.

Quando questionado sobre críticas feitas à gestão quanto a ineficácia das medidas adotadas até o momento, devido ao aumento do número de infectados com a Covid-19 (já são 21 gurabirenses infectados), Marcus se reportou diretamente ao professor da UEPB, Agassiz Almeida Filho, que divulgou ontem vídeo em redes sociais cobrando do prefeito medidas eficazes e afirmando que o prefeito poderia ser responsabilizado.
“Não conheço um tal de Agassiz, mas assisti a um vídeo que me mandaram. Eu queria dizer a Agassiz eu não tenho medo, todas as ações que eu fiz aqui não tem nada escondido, fiz tudo conversando com essa equipe maravilhosa que eu tenho aqui. Quero dizer a ele que fique tranquilo e que ele também não tenha medo. que nós vamos continuar trabalhando para evitar um mal maior para nossa cidade”, disse.
O prefeito voltou a dizer que assistiu ao vídeo e disse que o filho do professor é privilegiado porque a pai dele no final do mês vai receber “um gordo salário” da UEPB.
“Eu assisti ao vídeo e pude observar que ele estava num quarto de uma criança, pois tinha uns balõezinhos, umas figuras. Quero dizer que não tenha medo e quando for colocar a criança dele para dormir peça que reze por todos nós que estamos trabalhando para que o filho dele possa dormir tranquilamente. Reze pelas pessoas que perderam os empregos, porque o filho dele é privilegiado, porque o pai dele não precisa se preocupar que no final do mês a UEPB vai pagar a ele um gordo salário, ele não vai perder o emprego, não vai perder o salário”.
Ainda em resposta a Agassiz, o prefeito de Guarabira foi duro ao considerar que a atitude do professor foi “simplesmente demagogia, hipocrisia, covardia”, exaltando que não tem medo.
“É muito fácil, num apartamento lindo com o filho em casa, enquanto essa equipe está correndo nas ruas, buscando as pessoas, verificando a temperatura, dizendo às pessoas que não saiam de casa, tem o padeiro fazendo o pão todo dia e ele está levando pra casa pra comer… aí a pessoa vem, faz um vídeo querendo responsabilizar quer está trabalhando, quem está colocado em risco a sua vida para que outros possam ficar em casa. Isso é simplesmente demagogia, hipocrisia, covardia. Marcus Diogo de Lima não tem medo, o que eu fiz está feito e eu tenho o apoio desse equipe toda da prefeitura, de todos os secretários estão juntos comigo nessa luta”, falou o gestor guarabirense.
O prefeito em exercício ainda se valeu de documentos extraídos da internet, das ferramentas de transparência do governo do Estado, para anunciar o valor do salário do professor e o montante mensal da folha de pagamento da UEPB.
3
0 Comentários

Postar um comentário