Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

g2portaldenoticias.com 1.2.20 A+ A- Print Email

Polícia prende filha e namorada suspeitas de matar família em São Bernardo

Os empresários Romuyuki Gonçalves e Flaviana Guimarães, pais 

de uma das suspeitas, e o filho mais novo do casal foram achados carb

onizados em carro

Carina Ramos e Anaflávia Gonçalves (Foto: Reprodução)
A Polícia Civil de São Paulo prende
u na quinta-feira 30 a filha de um casal
 encontrado morto e carbonizado junto ao

 filho mais novo em um porta-malas de 
um carro na madrugada de terça-feira 2
8, em São Bernardo do Campo.
 Anaflávia Gonçalves, de 24 anos, e su
a namorada, Carina Ramos, 31 anos,
 tiveram a prisão temporária decretada 
pela Justiça da cidade da região do A
BC paulista. As suspeitas foram detida
s na noite de quarta-feira 29, informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Os empresários Romuyuki Gonçalves e Flaviana Guimarães, além do filho mais novo do casal, o estudan
te Juan Victor Gonçalves, de 16 anos, foram encontrados mortos dentro do porta-malas do carro da família, um
 Jeep Compass azul, na Estrada do Montanhão, zona rural de São Bernardo. Laudo necroscópico do Instituto
 Médico Legal (IML) indicou que a causa da morte dos três foi traumatismo encefálico, possivelmente provoca
do por pauladas na cabeça.

“A filha do casal foi ouvida exaustivamente no primeiro dia, juntamente com a sua companheira, e a questão q
ue levantaram é que era um problema de pagamento de agiota, porém os investigadores percebiam algumas c
ontradições nas versões apresentadas pelas duas”, contou o delegado Paul Henry Bozon Verduraz, da Delegacia
 Especializada de Investigações Criminais (Deic), em coletiva de imprensa, na quinta-feira 30.

Segundo o delegado, foi encontrado sangue na roupa da filha da vítima. Além disso, a casa da família f
oi roubada. “Em diligência na casa das vítimas verificou-se que o imóvel estava todo revirado, com alguns obje
tos subtraídos e manchas de sangue em alguns cômodos”, disse Verduraz.

“Ao todo, foram levados eletrodomésticos, joias, 8.000 reais em dinheiro, uma quantia em dólar e uma esping
arda antiga que seria do avô da suspeita”, explicou o delegado Ronald Quene Justiniano Marques, assistente da D
eic. O carro e a residência foram periciados pelo Instituto de Criminalística (IC).

Anaflávia Gonçalves (à esquerda) é suspeita de ter matado os pais, os empresários Romuyuki Gonçalves e Flaviana Guimarães, e o irmão mais novo, Juan Victor Gonçalves, de 16 anos (Foto: Facebook/Reprodução)
Há suspeita de que mais pessoas tenham participado do crime. “Diligências estão em andamento para i
dentificar outros envolvidos no crime”, informou, em nota, a SSP. Em entrevista à TV Globo, o advogado 
de Ana Flávia e Carina Lucas Domingos, nega o possível envolvimento das duas no crime. Ambas estão presa
s em uma cadeia pública de São Bernardo.

A ocorrência do crime foi registrada como homicídio qualificado, incêndio e localização e apreensão de ve
ículo. O setor de homicídios da delegacia de São Bernardo foi acionado e investiga o caso junto com a Deic da
 cidade, por meio de um inquérito policial.

De Veja Online
3
0 Comentários

Postar um comentário