Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

g2portaldenoticias.com 1.1.20 A+ A- Print Email
Festa em Copacabana reuniu 2,9 milhões de pessoas, diz Riotur

Virada em Copacabana reúne 2,9 milhões de pessoas, diz Riotur

Bateria da Estação Primeira de Mangueira foi uma das atrações da festa

Publicado em 01/01/2020 - 09:23
Por Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro
A tradicional festa da virada de ano na Praia de Copacabana, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro, atraiu 2,9 milhões de pessoas, segundo a empresa municipal de turismo (Riotur). Cariocas e turistas aproveitaram a festa para assistir a shows e à queima de fogos que durou 14 minutos.
Nos quatro palcos montados na areia da praia, artistas como DJ Marlboro, Diogo Nogueira e Ferrugem, além da bateria da Estação Primeira de Mangueira.
Show no Palco Principal de Copacabana 
Réveillon Rio 2020 - Dj Mangueira - Praia de Copacabana - Rio de Janeiro. 
01.01.2020. Photo: Alex Ferro / Riotur.
Show no palco principal de Copacabana no réveillon Rio 2020 – Alex Ferro/Riotur
No palco principal, em frente ao hotel Copacabana Palace, com o tema Amor a Cada Vista, o cenário fazia referência à beleza natural e arquitetônica da cidade do Rio de Janeiro, com sua diversidade de paisagens.

Limpeza

De acordo com a empresa de limpeza urbana Comlurb, durante a festa, das 20h de ontem até as 5h da manhã, foram recolhidas 46 toneladas de lixo.
O trabalho de limpeza mais pesado começou às 6h e deve ser concluído ainda na manhã de hoje. A estimativa é que sejam retiradas 400 toneladas de lixo apenas em Copacabana, mais do que as 385 toneladas do ano passado.
“A limpeza da areia demora um pouquinho mais. A gente tem a previsão de liberação das pistas, na Avenida Atlântica, que foram interditadas para a festa, até as 10h. Já a previsão para a areia é de 11h, 11h30, porque tem muito banhista”, disse o assessor da Comlurb Renato Rodrigues.
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, até as 4h de hoje, 612 pessoas foram atendidas nos postos de saúde montados na orla. Cinquenta e seis pessoas foram removidas para hospitais. A maior parte dos atendimentos foi devido à intoxicação por álcool e comida, lesões provocadas por agressões, entorses e cortes por objetos de vidro.
3
0 Comentários

Postar um comentário