Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

g2portaldenoticias.com 12.1.20 A+ A- Print Email
Líder supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei, chora durante cerimônia em homenagem ao general Qassem Soleimani  em Teerã, no Irã, nesta segunda-feira (6)   — Foto: Iran Press / AFP“Hei, louco do Trump, você é o símbolo da estupidez e um brinquedo nas mãos dos sionistas internacionais”, afirmou.

Armas nucleares

O presidente dos Estado Unidos, Donald Trump, afirmou nesta segunda
 que o Irã nunca terá uma arma nuclear. Pouco mais tarde, o secretári
o-geral da Otan, Jens Stoltenberg, afirmou que o país "nunca deve obt
er uma arma nuclear" e deve se abster de mais violência.
Multidão acompanha funeral de general Qassem Soleimani em Teerã, no Irã, nesta segunda-feira (6)  — Foto: Site oficial da Khamenei / Reuters
As homenagens ao general começaram no sábado (4) ainda no Iraque. Depois de sair de Bagdá, o corpo passou pelas cidades de Karbala e Najaf, consideradas sagradas pelos muçulmanos xiitas.
No domingo (5), o corpo seguiu para o Irã e milhares de pessoas participaram do funeral, que começou na cidade de Ahvaz, no sudoeste do Irã. De lá, o corpo de Suleimani seguiu para Mashhad, no nordeste do país. Na terça (7), o cortejo chegará a Kerman, cidade natal do general, onde será realizado o sepultamento.

Ataque e a escalada da tensão

Cartaz com a foto do líder espiritual do Irã, aiatolá Ali Khamenei, concedendo a maior honra militar do país ao general Qasem Soleimani, morto em ataque americano, é visto durante funeral em Teerã, nesta segunda-feira (6)  — Foto: Atta Kenare / AFPCartaz com a foto do líder espiritual do Irã, aiatolá Ali Khamenei, concedendo a maior honra militar do país ao general Qasem Soleimani, morto em ataque americano, é visto durante funeral em Teerã, nesta segunda-feira (6)  — Foto: Atta Kenare / AFP
Cartaz com a foto do líder espiritual do Irã, aiatolá Ali Khamenei, concedendo a maior honra militar do país ao gener
al Qasem Soleimani, morto em ataque americano, é visto durante funeral em Teerã, nesta segunda-feira (6) — Foto
: Atta Kenare / AFP
O general Qasem Soleimani e sua comitiva foram alvos de um ataque 
com drones perto do aeroporto de Bagdá, no Iraque, na quinta-feira (2).
ite da Guarda Revolucionária Iraniana com atuação no exterior e era considerado o segundo homem mais poderoso do Irã, abaixo apenas do
 líder supremo, o aiatolá Ali Khamenei.
Os Estados Unidos, que classificam Quds como uma força terrorista, ac
usaram Soleimani de estar "ativamente desenvolvendo planos para atacar diplomatas americanos e membros do serviço no Iraque e em toda a região".
Soleimani era apontado como o cérebro por trás da estratégia militar e geopolítica do país.
Irã prometeu se vingar da morte de Souleimani e, em resposta, Tru
mp disse que atacará 52 alvos iranianos caso os norte-americanos se
jam alvo de alguma ação iraniana.
3
0 Comentários

Postar um comentário