Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

g2portaldenoticias.com 5.11.19 A+ A- Print Email

Palestrante de evento que vereadores de Santa Rita/PB participaram estaria ao mesmo tempo no Rio Grande do Sul e no Ceará, diz site



Panfletos mostram presença de palestrante nos dois eventos — Reprodução
A palestrante do evento a que os vereadores de Santa Rita compareceram na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, está sendo investigada como onipresente. Na mesma data do Seminário Regional de Agentes Públicos, que aconteceu em Gramado, a palestrante também comandou um evento na cidade de Juazeiro, no Ceará.
A investigação aponta que “traçando análise comparativa entre os cartazes verifica-se a mesma palestrante JOELI CRUZ, em períodos coincidentes de 29 de outubro até 01 de novembro de 2019 no primeiro cartaz e 31 de outubro até 04 de novembro de 2019 no segundo cartaz, e locais diferente, a saber: Juazeiro/Ce e Gramado/RS. A saber, o hotel Lages da Pedra se situa no município de Canela/RS e não em Gramado, como informado”, de acordo com informações obtidas pelo ClickPB. A polícia encontrou a informação conflitante de presença nos dois eventos no próprio Facebook da palestrante.
Joeli dos Santos Cruz Barreto é formada em Direito e Letras. De acordo com o seu currículo, ela possui experiência na área de Mediação empresarial, Direito Civil, Direito Penal e Direito do Trabalho. Além disso, Joeli também possui pós-graduação em Didática do Ensino Superior.
A investigação constatou ainda que Joeli possui vínculo trabalhista com a Câmara Municipal de Barra dos Coqueiros, no estado de Sergipe. Ela ocupa a função de Diretora de Serviços Parlamentares com salário de R$ 3 mil. Ainda foi detectado um segundo cargo comissionado de Joeli Cruz na Câmara de Barra de Coqueiros, com salário médio de R$ 1.700.
11 vereadores de Santa Rita foram presos na madrugada desta terça-feira (05) logo após terem desembarcado da viagem que fizeram a Gramado com objetivo de participação em um Seminário. Os agentes públicos teriam fraudado a viagem desviando dinheiro público e colocando como justificativa o falso congresso em Gramado.
ClickPB

3
0 Comentários

Postar um comentário