Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

g2portaldenoticias.com 23.11.19 A+ A- Print Email

Família autoriza doação de órgãos de Gugu Liberato

Família informou que seguiu a vontade do apresentador de TV que teve morte cerebral após um acidente doméstico nos Estados 


Unidos


A família do apresentador de TV Gugu Liberato decidiu doar os órgãos dele após a confirmação da morte cerebral, segundo nota divulgada na noite desta sexta-feira.
Após um longo período de especulações, foi confirmada hoje a morte do apresentador aos 60 anos de idade. Na quarta-feira, ele sofreu um acidente doméstico em sua residência em Orlando, nos Estados Unidos, e foi hospitalizado em estado grave. Segundo sua assessoria de imprensa, ele caiu de uma altura de cerca de quatro metros, quando fazia um reparo no ar condicionado no sótão, e sofreu uma lesão na cabeça, com sangramento intracraniano.
Atendendo a uma vontade dele, a família autorizou a doação de todos os órgãos. Gugu sempre refletiu sobre os verdadeiros valores da vida e o quão frágil ela se revela. Sua partido nos deixa sem chão, mas reforça nossa certeza de que ele viveu plenamente”, diz a nota emitida pela assessoria de Gugu.
O apresentador deixa três filhos: João Augusto de 18 anos e as gêmeas Marina e Sophia de 15 anos.

Gugu Liberato tinha um faro para descobrir sucessos musicais

O apresentador fez sucesso com 'A Dança do Passarinho' nos anos 80 e ganhou até disco de ouro em 2002. Também criou fenômenos do pop juvenil

Boy band Dominó, no início dos anos 1990

Gugu Liberato quem diria, já foi um cantor de sucesso. No início dos anos 1980, período no qual brilhava à frente do programa Viva a Noite, o apresentador se lançou como intérprete diletante. E foi um estouro. O single A Dança do Passarinho, de 1983, foi um dos principais sucessos da temporada. Gugu emplacou outros hits na mesma linha, como Docinho DocinhoGalinha Azul e Pintinho Amarelinho. Embora estivesse longe de ser um cantor talentoso, ele tinha alguns segredos que atraíam a atenção do público (além, claro, de tocar as músicas exaustivamente nos programas que apresentava). Elas eram sempre interpretadas em coro, que motivava a plateia a cantar junto, e tinham sempre uma coreografia ensaiada que se tornava o ponto alto de seus shows. O apresentador chegou até a ganhar um disco de ouro. Gugu para Crianças, de 2002, bateu a marca de 100.000 cópias vendidas.

3
0 Comentários

Postar um comentário