Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

g2portaldenoticias.com 18.6.19 A+ A- Print Email

Depois de perseguição, policiais do 4º BPM prendem suspeito de furto escondido na zona rural de Alagoa Grande


Depois de uma perseguição, policiais da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) conseguiram prender, na manhã desta segunda-feira (17), um homem suspeito de, junto com outros dois, praticar um furto a um supermercado no centro da cidade de Alagoa Grande, e recuperaram parte do dinheiro e dos objetos furtados. Por volta das 5h30, a guarnição comandada pelo sargento Paiva foi informada da ocorrência e, ao chegar ao supermercado, os suspeitos estavam saindo do local em um carro, então foi dado início a uma perseguição. Durante a fuga, os homens ainda chegaram a atirar contra os militares que o perseguiam e, mais à frente, conseguiram fugir por uma estrada de terra, abandonando o veículo, um Space Fox com placa de Pernambuco, que foi encontrado pelos policiais.
Várias viaturas deram continuidade às diligências, incluindo as guarnições de Alagoa Grande, Alagoinha, Juarez Távora e do Comando da 2ª Companhia, além da Força Tática, e um dos suspeitos acabou sendo localizado escondido dentro de uma plantação de milho. O homem, que reside em Campina Grande, tinha fraturado a perna e estava sem condições de se locomover. Ele foi socorrido e está internado sob custódia policial.
Uma mulher de 34 anos de idade, suspeita de praticar um homicídio no interior do Estado do Maranhão no dia 30 de abril deste ano, foi localizada nesta segunda-feira (17), na cidade de Araçagi, e conduzida por policiais militares e civis à delegacia. Apesar de ter confessado o crime aos policiais, como não havia flagrante ou mandado de prisão, ela foi ouvida e, em seguida, liberada.
O crime teria sido praticado porque a vítima, que era vizinha da suspeita, reclamou de um barulho que estava sendo feito pela filha dela, uma adolescente, na frente da casa onde ela dormia com um dos filhos menores. Durante o  desentendimento, a mulher teria disparado quatro vezes contra a vítima, que foi atingida com um tiro e acabou morrendo antes de ser socorrida. Elas eram vizinhas em um condomínio na cidade de Timon e a vítima, de 31 anos, deixou quatro filhos menores.
Os policiais da guarnição de Araçagi, sob o comando do sargento Martins, do Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Civil) e do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil) localizaram a mulher na casa de uma irmã, na zona rural de Araçagi, para onde ela fugiu depois de praticar o crime.
Os policiais mantiveram contato com o delegado de Timon, mas como não havia mandado de prisão, ele os orientou para que ouvissem a suspeita e encaminhassem o depoimento dela, para que ele possa tomar as providências legais.

RONALDO SILVA- G2 POLICIAL

3
0 Comentários

Postar um comentário