Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

g2portaldenoticias.com 5.5.19 A+ A- Print Email

Indicada por Ricardo Coutinho, Amanda Rodrigues pede exoneração da Secretaria de Finanças



O ato de exoneração ainda não foi publicado no Diário Oficial, mas Amanda Rodrigues não é mais a secretária de Finanças do governo de João Azevedo (PSB). Em um comunicado publicado no Instagram, na noite desta sexta-feira (03) ela pediu exoneração do cargo justificando “que chegou a hora de trilhar novos desafios profissionais”. Indicada pelo ex-governador Ricardo Coutinho, Amanda Rodrigues era Secretária Executiva do Programa Empreender e foi ascendida ao cargo de secretária, acumulando as duas funções.
Na terça-feira (30) data em foram publicados atos com pedidos de exonerações do então Procurador Geral do Estado, Gilberto Carneiro, alvo de mandado de busca e apreensão , e da servidora da PGE, Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro, presa preventivamente na 4ª fase da Operação Calvário, além de Waldson Souza, então secretário de Planejamento e Gestão, Amanda Rodrigues foi exonerada, pelo governador João Azevedo ,do Empreender.
Com o pedido de exoneração de Amanda, já são 5 os secretários do núcleo forte dos Girassóis , todos indicados e ligados politicamente e pessoalmente ao ex-governador Ricardo Coutinho que deixam o governo de João Azevedo. Além dela, Livânia Farias, ex-secretária de Administração, presa na Operação Calvário, acusada de integrar uma Organização Criminosa que desviou recursos públicos da Saúde da Paraíba, através de contratos com a OS Cruz Vermelha, Waldson Sousa (Planejamento e Gestão), Gilberto Carneiro (PGE).
“Em novembro de 2016 fui chamada para assumir a Secretaria de Finanças do Estado, uma grande missão que cumpri com garra e determinação. Aquele era um momento econômico delicado para a Paraíba, face ao contexto nacional, que, com muito esforço, conseguimos superar. Terminamos 2018 com todos os índices cumpridos e as reservas garantidoras necessárias à uma boa gestão. Gratidão a @realcoutinho pelo convite. Fui reconduzida em janeiro de 2019, porém chegou a hora de trilhar novos desafios profissionais. Deixo a SEFIN. Servi ao Estado da Paraíba acumulando duas funções, mesmo recebendo por uma só. Ao Governador João Azevedo, agradeço a confiança e desejo sucesso na caminhada. A SEFIN está bem cuidada, com provisão em caixa para metade do 13 salário e com as reservas fundamentais para o bom funcionamento da máquina.
Amanda Araújo Rodrigues”

3
0 Comentários

Postar um comentário