Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

Diretora de escola é morta com mais de 15 facadas pelo marido

O crime ocorreu na cidade de Luís Correia.


Na noite deste domingo (03/06), uma mulher identificada como Selene Veras Roque, foi assassinada com mais de 15 facadas dentro de sua residência no povoado Lameiro, região de Brejinho, zona rural da cidade de Luís Correia. Segundo a polícia, o principal suspeito de ter cometido o crime é seu próprio marido identificado como Raimundo Neto Pereira, de 32 anos.

Os peritos do Instituto de Criminalística se deslocaram até o local para realizar os procedimentos. A perita Marcela Sampaio lamentou a forma como a professora foi morta. “Foram mais de 15 perfurações no corpo da vítima e diversas lesões de defesas nos braços, o que leva a crer que ela tentou se defender dos golpes. Nós não podemos dizer a motivação do crime porque verificamos apenas a parte técnica, mas no geral crimes assim a primeira linha de investigação é passional”, afirmou.
Selene era professora e diretora da Unidade Escolar Rita Miranda, localizada no povoado. A vítima deixou uma filha de sete anos.
Segundo informações, após o crime Raimundo se dirigiu até a residência dos pais que fica a 100 metros da casa da vítima e avisou o cunhado: “Fiz besteira, matei a Selene”, logo em seguida fugiu com destino ignorado.
Uma guarnição da Companhia Independente de Policiamento Turístico (Ciptur), comandada pelo capitão Galeno foi acionada e realizou buscas na região. O corpo da professora foi levado para o IML.
Vítima foi morta a facadas (Crédito: Blog do Pessoa)
Vítima foi morta a facadas (Crédito: Blog do Pessoa)
Marido é principal suspeito do crime (Crédito: Blog do Pessoa)
Marido é principal suspeito do crime (Crédito: Blog do Pessoa)
Grande número de curiosos foi até o local do crime (Crédito: Blog do Pessoa)
Grande número de curiosos foi até o local do crime (Crédito: Blog do Pessoa)
Residência da vítima (Crédito: Blog do Pessoa)
Residência da vítima (Crédito: Blog do Pessoa)
G2BRASIL
3
0 Comentários

Postar um comentário