O deputado estadual Raniery Paulino (MDB) voltou a rechaçar uma possível aliança com o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) em Guarabira, sobretudo se houver a união entre os senadores Cássio Cunha Lima e José Maranhão para as eleições desse ano na Paraíba.
Ao ser entrevistado pelo radialista Raelson Galdino no programa Balanço de Notícia (Guarabira FM) desta segunda-feira (5), Raniery deixou claro que, se Zenóbio quiser votar em José Maranhão para governador da Paraíba, não terá problema algum, mas unir MDB e PSDB em Guarabira é algo fora da realidade.
Outro ponto que Paulino apresenta como impossibilidade de união entre Paulino e Toscano, diz respeito aos projetos de reeleição dele e da filha do prefeito, a deputada estadual Camila Toscano (PSDB) para a Assembleia Legislativa da Paraíba.
Raniery disse que as pessoas estranham, pedem para ele ser mais “comercial” e perguntam os motivos pelos quais tem feito oposição ao senador Cássio e ao governador Ricardo Coutinho. “Estranho é o prefeito de Guarabira, que já serviu aos dois Senhores. Foi secretário de Infraestrutura do Governo do PSDB e presidente da PBGás na administração do PSB da Paraíba”.

G2