Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

Paraplégico, estudante de Medicina da UFPI assiste as aulas em maca

Leandro não desistiu dos seus sonhos.


A cena é inusitada. Um aluno assistindo aula em uma maca. Leandro tem 21 anos e está no segundo período do Medicina na Universidade Federal do Piauí. No ano de 2013 ele foi vítima de um acidente com arma de fogo que o deixou paraplégico, mas com perseverança ele segue a vida.

Os universitários Lucas e Vinícius começaram a campanha ‘Todos por Leandro’. “A gente viu que teve essa questão da saúde dele, ele estava realmente incapacitado de assistir as aulas só com a cadeira de rodas normal. Já tem um tempo que ele está fazendo uso de maca para poder assistir aula porque ele não pode ficar mais de duas horas no dia sentado e as aulas são bem extensas e ele precisaria agora dessa cadeira para assistir as aulas”, disse.
Atualmente Leandro não pode sentar devido a perda do coxim adiposo do glúteo esquerdo, mas os colegas de curso fazem uma campanha para que ele consiga uma cadeira especial que o deixaria quase ereto. Por conta disso,  Leandro tem que assistir a aula deitado em uma maca. Com a cadeira ele teria mais qualidade de vida e poderia inclusive acompanhar as aulas práticas do curso.
Para ajudar Leandro, é só acessar o site ‘Vaquinha Online’ e procurar a campanha todos por Leandro. “Temos a conta do Bradesco e Banco do Brasil, qualquer valor é sempre bem vindo, precisamos do máximo de pessoas para que a gente consiga alcançar nossos objetivos, que é a cadeira para ele”, afirmou o amigo.
Filho de dona de casa e um representante comercial ele precisa de ajuda para comprar a cadeira e pagar os custos dos transportes que o levam até a faculdade. Ele decidiu pela medicina para ajudar as outras pessoas. “Quando eu sofri o acidente passei por dificuldades no hospital e vi várias pessoas sofrendo ali. Aquilo me motivou a querer medicina. Eu penso primeiramente em continuar o curso, conseguindo a cadeira e quero me especializar em neurocirurgia”, disse.


3
0 Comentários

Postar um comentário