Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

Coordenação da Festa da Luz acaba com mito de entrada paga no Parque do Poeta, e diz que front utilizará apenas metade do palco



A coordenação da Festa da Luz através do seu representante Aguiberto Lira, em nota emitida, recentemente, nas redes sociais, esclareceu acerca do funcionamento de um frontstage na festividade durante a edição deste ano. Segundo Lira, o front ocupará o espaço, apenas de uma metade da frente do palco, deixando a outra totalmente livre. Sendo, tecnicamente, apenas 600 metros quadrados de uma área pavimentada com mais de 11 mil metros quadrados do Parque do Poeta. Aguiberto ainda desmente boatos que dizia ser pago para entrar no local da festa. 

“Sobre o Front: Na verdade toda a área reservada ao público da Festa da Luz corresponde a mais de 11 mil metros quadrados, isso apenas a área pavimentada. Para o Front será utilizada uma área de aproximadamente 600 metros quadrados, o que representa 5,45% do espaço destinado ao público. Se for colocar em total de público, espera-se 50 mil pessoas por noite, o Front é destinado a receber 1.500 pessoas, 3% do público presente na festa, nos camarotes o público representa 4%, número maior que o do Front. Outra coisa a ser falada é que o Front ocupará apenas metade do palco, deixando um lado totalmente livre para o público que não deseja pagar e, consequentemente, receber os serviços oferecidos na área do Front. ”, escreveu o coordenador da festa, Aguiberto Lira.

Em seu programa semanal de Rádio de estreia deste ano, na semana passada, o prefeito Zenóbio Toscano destacou o assunto, e disse que o dinheiro arrecadado com o front e camarotes retornará aos cofres públicos, numa forma de diminuir as despesas da Prefeitura de Guarabira com a festa. “Desde que nós transferimos a festa para o Parque do Poeta em 2015, que vendas de camarotes deixaram de ser do setor privado. Pois agora são vendidos pela própria gestão municipal, e com o frontstage não seria diferente. ”, disse.

 G2
3
0 Comentários

Postar um comentário