Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

Marlon Sandro é acusado de agredir a noiva no Rio de Janeiro

Lutador, ex-Bellator, foi desligado da Nova União, equipe em que treinou com José Aldo e Renan Barão, entre outros

M. Sandro teria apagado a noiva (Foto: Divulgação Bellator)

O peso pena Marlon Sandro foi acusado, pela sua noiva Tayssa Wuensche, de agredi-la no meio de uma rua do Catete, bairro da Zona Sul do Rio de Janeiro. Amigas da vítima publicaram fotos em que Tayssa aparece com o braço enfaixado e olho roxo e fazem fortes acusações na direção de Marlon. O lutador teria dado golpes na companheira, além de ter apagado-a com um mata-leão.

“Estava com o Marlon no jogo do Flamengo, e aí ele se irritou por algum motivo. A gente tinha bebido, mas também nada demais. Eu não reparei em nenhum transtorno absurdo nele. Ele queria ir embora, e eu falei que não. Devo ter reclamado ou retrucado que eu não queria ir embora, e isso provavelmente virou uma briga, mas eu não sei porque tomou essa proporção. Ele me agarrou no pescoço, me apagou no meio-fio, já na minha rua. Quando eu acordei no chão, perguntei: “O que que houve?”. E aí ele disse que ele tinha me apagado, que eu tinha dormido. Eu perguntei por que ele tinha feito isso e ele não me dizia o motivo. Eu falava: “Mas por quê que você está fazendo isso?”. E ele não falava nada, só me xingava. Então ele me deu a primeira pancada, que foi aqui na orelha, que está sangrando, machucou o meu brinco. E aí eu não entendia. Eu continuava perguntando por quê? Ele ficou transtornado, ele surtou. Não tinha um motivo, não houve uma briga, não houve um desentendimento pra gente chegar nisso. Foi simplesmente uma reação dele. Ele perde a cabeça e eu não sei de onde surgiu isso (…) Não (não foi a primeira vez), mas nesse grau, foi. Nesse nível, foi. As outras foram, assim, leves. Não sei se pode chamar alguma agressão de leve, mas foi uma coisa assim…Por ciúmes ele já me empurrou, já me deu uma cotovelada na barriga, mas nunca neste grau. E sempre falando, “Ah, eu sei, tenho que mudar, eu fico estressado…”. Nunca neste nível de acabar com a minha cara assim”, descreveu Tayssa.Em entrevista ao site do canal Combate, Tayssa relata o que ocorreu e admite que não foi a primeira vez que acabou sendo agredida pelo ex-lutador do Bellator, mas “nunca nada nesse nível”.
O site do canal Combate recebeu um comunicado de Dedé Pederneiras, líder da equipe Nova União, em que o técnico e empresário anuncia o desligamento imediato do “Gladiador” da equipe.
“Fui pego de surpresa na noite dessa quinta com as fotos circulando na Internet. Não conseguimos ainda contato com o Marlon, mas devido à gravidade dos fatos, a Nova União comunica o desligamento imediato do atleta Marlon Sandro da equipe”, comentou Pederneiras ao site do canal Combate.
Marlon era um dos membros mais antigos do time e ajudou nas preparações de José AldoDudu DantasRenan Barão, entre outros atletas. Além de passagem marcante pelo Bellator, o peso pena lutou também nos eventos japoneses Sengoku e Pancrase, e fez sua última luta em agosto deste ano, retornando ao Shooto com vitória sobre Diego Jauregui por finalização.

Veja postagem de amiga de Tayssa:

3
0 Comentários

Postar um comentário