Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

VIDÊOS DE EVENTOS

Mãe e filha são encontradas após 10 anos presa em porão, crime choca população

1779_1-romena-de-29-anos-foi-encontrada-pela-policia-italiana-trancada-a-chave-em-um-porao-sem-agua-luz-eletrica-ou-sistema-de-esgoto.jpg
Uma romena de 29 anos foi encontrada pela polícia trancada a chave em um porão, sem água, luz elétrica ou sistema de esgoto, em Gizzeria, na Calábria. Ela estava com a filha de três anos.
O caso é semelhante a outros dois episódios que horrorizaram o mundo - o sequestro de Natascha Kampusch, que passou dez anos em um porão no subúrbio de Viena, e os 24 anos de cativeiro vividos por Elisabeth Fritzl, sequestrada e estuprada repetidas vezes pelo pai, Josef Fritzl.
Assim como as duas, a romena encontrada pela polícia italiana vivia trancafiada e em situação precária.
"Quando os agentes entraram, a jovem estava sentada no chão, com uma criança no colo, completamente no escuro, em meio a excrementos, insetos e ratos. Uma situação macabra, difícil de descrever", disse à BBC Brasil o capitão Pietro Tribuzio, comandante da Polícia Militar da cidade de Lamezia Terme, no sul do país.
A descoberta do cativeiro
A situação deplorável em que a mulher, que não teve a identidade revelada, era mantida foi descoberta quase por acaso.
Durante uma blitz de rotina, realizada no dia 9 de novembro, os policias de Gizzeria, município calabrês com menos de 5 mil habitantes, pararam Aloisio Francesco Rosario Giordano, de 52 anos, por dirigir em alta velocidade.
"Além das péssimas condições do automóvel, os policiais notaram uma criança dormindo no banco traseiro. A grande diferença de idade entre o homem e o menino de nove anos, que ele disse ser seu filho, o comportamento reticente e as respostas evasivas que fornecia suscitaram a suspeita dos agentes", contou Tribuzio.
3
0 Comentários

Postar um comentário