Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Ex-deputado avalia morte de paciente do Trauminha e destaca possíveis irregularidades

Ex-deputado avalia morte de paciente do Trauminha e destaca possíveis irregularidades
O ex-deputado estadual Aníbal Marcolino comentou o episódio em que uma paciente do Hospital Ortotrauma de Mangabeira morreu logo após sair da unidade hospitalar na última quarta-feira (26). Para o ex-parlamentar, que é médico, é possível identificar várias irregularidades.

O médico avaliou que por ser uma pessoa de idade avançada e com diagnóstico de cálculos na vesícula teria que estar na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Unidade. "Acho que houve várias falhas ali. Uma cidadã com aquela idade e apresentando o quadro com o qual chegou na segunda-feira (24), não deveria estar no corredor, mas sim na UTI", destacou.

Doutor Aníbal argumentou ainda que pela idade da paciente, existe uma determinação de que ela deveria estar acompanhada. "Deveria ter alguém da família acompanhando ela", ratificou. O ex-deputado lamentou a morte da paciente e defendeu uma apuração aprofundada do fato. "Acho que houve uma falha grande que precisa ser esclarecida. Trata-se de uma vida ceifada", disse.

A senhora Maria das Neves da Silva, de 63 anos, morreu na manhã da última quarta-feira (26) após deixar o Ortotrauma de Mangabeira. A paciente deu entrada no hospital após sentir fortes dores abdominais. Maria deixou a unidade no início da manhã e faleceu sentada numa calçada próxima ao Trauminha.

ATO

Na tarde da última sexta-feira (29), familiares e amigos de Maria das Neves da Silva realizaram uma manifestação silenciosa na frente do Trauminha. Fazendo uso de cartazes, os familiares pediam por justiça e por esclarecimentos em relação ao ocorrido na última quarta-feira.


G2
3
0 Comentários

Postar um comentário