Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Homem acusado de homicídio em João Pessoa é preso em Juarez Távora 

Um técnico em segurança eletrônica de 24 anos de idade, acusado de um homicídio praticado em João Pessoa, no dia 7 de outubro de 2014, foi preso na manhã desta terça-feira (23), na cidade de Juarez Távora, onde ele estava morando. Contra o acusado havia um mandado de prisão preventiva expedido pelo 1º Tribunal do Júri da capital do Estado, onde a vítima residia e o crime foi praticado.  
 
O acusado foi preso em uma ação conjunta entre policiais militares do Núcleo de Inteligência e guarnição do Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e policiais civis do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Regional. Ele estava residindo no Conjunto do Ginásio com a mulher e o filho e não apresentou resistência quando da chegada dos policiais com o mandado de prisão. 
 
O técnico em segurança eletrônica foi transferido para a Delegacia de Polícia Civil de Guarabira, onde vai aguardar uma equipe de João Pessoa, coordenada pelo delegado de Homicídios, Reinaldo Nóbrega, que fará a sua transferência para um dos presídios de João Pessoa, onde vai aguardar o julgamento.  
 
O homicídio, de bastante repercussão principalmente na capital do Estado, teve como vítima o corretor de imóveis e estudante universitário Higor Natan Borges Pereira, de 21 anos de idade, assassinado com quatro tiros quando estava na calçada do prédio onde morava com os pais, no bairro dos Bancários. 
 
De acordo com as investigações, o crime teria sido motivado por um relacionamento ocorrido entre o acusado e a namorada da vítima, já que os dois, à época, chegaram a discutir e trocar ameaças. O acusado do crime chegou a ser preso na cidade de Patos, mas desde março deste ano tinha sido colocado em liberdade. 
 
Apesar de confirmar que teve um envolvimento amoroso com a namorada da vítima e que houve uma discussão entre eles, o acusado sempre negou a participação no homicídio.
3
0 Comentários

Postar um comentário