Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Morre mulher baleada a mando de ex dentro de carro na PB

Morre mulher baleada a mando de ex dentro de carro na PB
Morreu no domingo (12) no Hospital de Trauma de João Pessoa a mulher de 23 anos que tinha sido baleada quatro vezes em um carro que prestava o serviço de uber no bairro Valentina Figueiredo, na Zona Sul de João Pessoa no dia 27 de fevereiro. De acordo com informações repassadas pela assessoria do hospital, mesmo após 13 dias de internação e tratamento médico, a vítima não resistiu e morreu neste domingo.


A mulher foi baleada ao parar nas imediações da praça do bairro Valentina Figueiredo para pegar um encomenda com dois homens. A dupla que deveria entregar um pacote se aproximou da mulher e efetuou vários disparos. Pelo menos quatro atingiram a jovem. Ela chegou a ser socorrida por testemunhas para o hospital.


Um dia depois do crime, no dia 28 de fevereiro, a polícia prendeu um jovem de 18 anos suspeito de ter atirado na mulher. O suspeito foi preso na comunidade do Carandiru, no mesmo bairro onde aconteceu o crime. Com ele, a PM apreendeu várias pedras de crack e a roupa que ele estava no momento da ação criminosa. Segundo a polícia, ele revelou que atirou na jovem a mando do ex-namorado da vítima, que está preso em um dos presídios da Capital.


Remlembre o caso


Segundo a polícia, a vítima estava em um carro que prestava serviço pelo aplicativo Uber quando foi atingida por quatro tiros. Ela foi socorrida para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Valentina e, posteriormente, foi encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.


Logo após parar na praça, a mulher indicou que pegaria a encomenda com dois homens que estavam em uma motocicleta, mas ao se aproximar do carro, a dupla na moto atirou várias vezes contra mulher. O motorista não ficou ferido no tiroteio, ainda segundo a polícia. À época do cime, o motorista do uber prestou depoimentos e teve o carro examinado pelo Instituto de Polícia Científica (IPC).

3
0 Comentários

Postar um comentário