Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Série Fenômenos Eleitorais: conheça cidade onde eleição terminou empatada e mais velho levou pleito

A série de reportagens apresentando fenômenos eleitorais nas eleições municipais deste ano na região Nordeste realizada pelo blog do Magno Martins, de Pernambuco, em parceria com o Portal MaisPB, mostra, nesta sexta-feira (09), a cidade de Cariús, no Ceará, que tem 13,8 eleitores e  ganhou notabilidade com as eleições passadas: foi a única cidade do território nacional em que a disputa para a Prefeitura não teve vencedor. Acabou empatada.

A cidade sem vencedor 

Com apenas 13,8 mil eleitores e uma população de 18 mil habitantes, que se ressentem de tudo – as últimas notícias desagradáveis foram o fechamento do cartório eleitoral, da delegacia e de uma única emissora de rádio comunitária, tudo por causa de uma gestão desaprovada e a falta de lideranças políticas – o município de Cariús, no Sertão do Centro Sul cearense, a 411 km de Fortaleza, ganhou notabilidade com as eleições passadas: foi a única cidade do território nacional em que a disputa para a Prefeitura não teve vencedor. Acabou empatada.

Nas urnas, o comerciante José Fernandes Ferreira, o Iran, do PSDB, e o motorista Valdenízio da Costa, o Nizo, do PMDB, que polarizaram a eleição, tiveram 5.811 votos, 48,34% dos votos válidos. A decisão poderia ter sido diferente caso qualquer um dos 586 eleitores que votaram nulo, ou um dos 160 que votaram em branco, tivesse mudado de ideia de última hora. Os rumos da cidade também poderiam ter sido outros se os 398 eleitores que votaram nos demais candidatos, Ana Maria (PCdoB) e Luiz do Caximbo (PSOL), tivesse optado entre Nizo e Iran.

Sorte de Iran, que precisou aguardar até a contagem do último voto para comemorar a vitória e que vai virar prefeito a partir de 1 de janeiro pelo critério “idade”. O artigo 110 do Código Eleitoral diz que, em caso de empate, passa a ser considerado eleito o candidato mais idoso. O tucano, de 46 anos, cinco anos mais velho do que Nizo, saiu às ruas para comemorar, mas a cidade até hoje continua sem entender o que aconteceu, porque na eleição anterior, em 2012, o atual prefeito Gilvan de Oliveira (PR), desbancou a concorrente Natália Ferreira Gomes, do PHS, por 1.556 votos.
3
0 Comentários

Postar um comentário