Seguidores

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

Servidores de Campina Grande paralisam atividades em protesto por não repasse dos consignados

 Servidores de Campina Grande paralisam atividades em protesto por  não repasse dos consignados Insatisfeitos com a política salarial da atual gestão, os servidores municipais de Campina Grande, programaram mais um protesto para esta quarta-feira (09). Basicamente, ele protestam contra o não repasse dos consignados e cumprimento do Plano de Cargo, Carreira e Remuneração (PCCR).

Segundo o Vice-Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais Agreste Borborema (Sintab) Giovanni Freire da Silva os servidores da saúde de Campina Grande, decidiram por maioria que em virtude do não pagamento do PMAQ e da não resolução de pleitos da categoria, será realizada uma série de paralisações e mobilizações a partir de hoje.

O primeiro ponto que levou a paralisação dos profissionais do saúde da família desde ontem 08 de Março, foi o não pagamento do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade (PMAQ), que é um incentivo às equipes que oferecem melhorias na qualidade do atendimento e recebem recursos do governo federal. Ou seja, quanto melhor for o desempenho, mais incentivos financeiros serão repassados. Essa verba deveria ter sido repassada aos servidores no mês de Janeiro de 2016, porém até o momento não houve o pagamento, por esse atraso, estes servidores irão paralisar suas atividades até que seja realizado o repasse desse recurso.

O segundo ponto, e que foi votado por maioria na assembleia, é que a partir desta quarta-feira, dia 9 de Março, haverá uma paralisação de advertência de todos os profissionais da área da saúde e protesto, às 8H, em frente a Câmara Municipal, cobrando o cumprimento dos Planos de Cargos e Carreira da saúde e dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias.

O SINTAB destaca que a categoria está sempre aberta ao diálogo com os representantes do município, porém, a falta de soluções para os pleitos destes servidores não os deixa outra alternativa, senão, estes movimentos para que conquistem seus direitos e para que a sociedade conheça as dificuldades enfrentadas por esses profissionais.

Ainda segundo Giovanni Freire, os servidores municipais de Campina Grande estão bloqueados tirar qualquer que seja o tipo de empréstimo consignado feito a partir da prefeitura, em virtude do não pagamento da prefeitura dos referidos repasses descontados em folha.

De acordo com o dirigente do Sintab o Servidor Municipal que fez empréstimos no Banco Bom Sucesso tem o valor do financiamento descontado na folha de pagamento todos os meses, mas, a Prefeitura de Campina Grane, responsável pela transferência do dinheiro à instituição bancária, não está fazendo o repasse. Muitos servidores já receberam a carta, constrangedora, cobrando a mensalidade do empréstimo e estão temendo terem seu nomes levados ao Serasa devido ao calote da gestão do prefeito tucano Romero Rodrigues. A paralisação da coleta de lixo ontem (08) nos bairros do Rocha, Cinza e Malvinas, Centenário também foi lembrada pelo sindicalista.

3
0 Comentários

Postar um comentário